Não há nada como o sonho para criar o futuro. Utopia hoje, carne e osso amanhã.


“Não há nada como o sonho para criar o futuro. Utopia hoje, carne e osso amanhã.” (Victor Hugo)

Era uma vez um homem, fez-se bispo, imbuído de humanidade, investido de autoridade, fez da luta por um mundo melhor para os excluídos, compromisso, missão. Fez nascer a Associação Lar Menino Jesus que cresceu sob os olhos atentos das servas do Menino Jesus. Ampliou-se, criou raízes na região do Grande ABC: Casa Santa Mônica, Casa Santa Leonilda, Centro Comunitário Dom Jorge, Centro Social São Caetano.

Deixou nessa obra, como marca, a filosofia, os princípios, os valores:

a opção pelos menos favorecidos, o respeito traduzido pela qualidade do atendimento “dar ao pobre o que há de melhor – condição de dignidade”, ser casa aberta para acolher, ouvir os sussuros do povo e ser sua voz; ser humilde para aprender com o outro a construir novos saberes.

Um dia esse bispo, homem, se torna anjo e da nuvem em que se assenta, observa os passos dos outros homens que, ainda meninos, continuam a percorrer o caminho que ele e seu conselheiro maior, JESUS, deixou “traçado no mapa”. Reza por todos eles. Claro que são livres para buscar atalhos, refazer percursos, mas há que se fazer o caminho porque ficaram responsáveis pelos “irmãos de caminhada” que não têm calçados para transpor o solo pedregoso, estão descobertos das intempéries, com os alforjes vazios de alimentos. Fogem, esses meninos homens, de sua responsabilidade? NÃO. Às vezes param na beira da estrada, à sombra, para tomar fôlego, chorar, reaquecer-se na fogueira do calor dos que como ele lideram a caminhada, fazem novos traçados e, fortalecidos na fé, retornam.

Em certo momento da caminhada, sentindo que braços e pernas não seriam suficientes para continuar enfrentando os desafios, identificam entre os caminhantes, alguns com os quais poderiam partilhar a responsabilidade e confiar: lhes entregam 50 caminhantes pequeninos e suas famílias e emprestam “o teto” para servir de abrigo.

As mangas foram arregaçadas e muito trabalho feito ao longo de vinte anos de jornada para adequar “a casa” aos novos que chegavam: aquisição de móveis, equipamentos...fazem até uma cozinha nova !!! reformam os banheiros (a caminhada dos meninos fica mais confortável depois de um banho)... a casa ganhou pintura nova ( para que ficasse acolhedora respeitando os princípios deixados pelo fundador – você lembra?).

Muitos tarefeiros, conselheiros, articulistas, estrategistas, artistas, juntaram-se ao grupo original. Chegaram mais pequeninos, mais 10, 20... 100... mais de 80 famílias. Muito estudo, muito aprendizado, muita troca... Os pequeninos de outrora tornaram-se adolescentes, já são multiplicadores da ação... alguns até se tornaram “funcionários” da Casa – primeiro emprego... estão se profissionalizando para “melhorar as condições da caminhada”... há cursos até para os pais e amigos! Troféus obtidos pelos pequenos de ontem e de hoje enfeitam as prateleiras. A comunidade ao redor da Casa, e até a mais distante, vendo a “revolução” que ali se faz, resolve ajudar: envia recursos, dos mais variados, e o sonho vai se fazendo realidade...

Esses novos passos exigem reforma e ampliação da área física, modernização na gerência institucional, reafirmação da proposta pedagógica, qualificação dos recursos humanos, estruturação do marketing e tantos outros esforços. Mais uma vez, aquele grupo que “emprestou seus braços” coloca-se em ação porém agora, com a certeza de que tem caminhado no cumprimento da Missão de que se incumbiu. O que está por vir assusta? NÃO... mais uma vez DESAFIA...ESTIMULA...dá SIGNIFICADO À VIDA.

“Só é cidadão quem conquista o seu lugar na perseverante luta do sonho de uma nação. É também obrigação: a de ajudar a construir a claridão na consciência... que faz um homem ser para outro homem caminho do mesmo chão, luz solidária e canção.” (Thiago de Mello)

E hoje, 26 de abril de 2015, esse grupo de “meninos homens”, que se fizeram Diretores do Núcleo de Convivência Menino Jesus, sentem-se felizes e honrados em contar com a presença dos senhores para juntos com...fraternizarem as alegrias da caminhada e receber as bênçãos do Senhor.

“ Aos seus pés colocamos nossa vida e a vida desta Casa, Senhor. Protegei-nos e abençoai-nos”.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square